10 motivos para fazer o big chop

Cada vez mais, assumir o cabelo natural – seja ele liso, cacheado ou crespo – está em alta. Depois de anos vivendo a ditadura das escovas progressivas, cacheadas e crespas querem resgatar a textura original e, principalmente, a saúde dos fios.

2612191778_6b038a233a
Foto: after via photopin (license)

 

Após a transição, o período entre o crescimento da raiz natural, vem o momento  da grande decisão: o big chop. Esse é um termo em inglês que significa “grande corte”, não por acaso: esse é o momento de redescobrir a beleza única de cada tipo de cacho.

Muitas pessoas ficam inseguras em cortar o cabelo bem curtinho. Para incentivar mais cacheadas e crespas a assumir suas belezas reais, listei 10 motivos para o momento libertador do corte de cabelo mais importante de suas vidas!

 

1 – A sensação de liberdade é única

 

Nunca vou me esquecer de quando fiz o big chop. Durante 10 anos, fiz relaxamento nos meus cachos. Além disso, era adepta da chapinha. Vez sim, outra também, encontrava falhas no meu cabelo porque os fios não aguentavam e quebravam.

Depois de 9 meses, decidi cortar. Fiquei 9 meses sem retocar a raiz e lidando com o efeito capacete: topo volumoso e comprimento murcho. Juntou a vontade de querer mudar e ter um visual diferente com o cansaço de ter duas texturas diferentes.

antes-depois
À esquerda, eu, aos 19 anos, e com o cabelo lisérrimo. À direita, aos 22, muito mais livre e feliz cacheada 😉

 

Saí do salão radiante. As pessoas me olhavam com admiração como se quisessem dizer “Nossa, seu cabelo está incrível!”

 

2 – Você vai ter um cabelo MUITO mais saudável

 

Depois do grande corte, tudo mudou no meu cabelo. O brilho e o toque macio foram os aspectos mais notáveis.

16754402724_4285e844ff
Foto: Global warming via photopin (license)

 

Quando as pontas estão “doentes”, o fio precisa fazer um baita esforço para que o restante do comprimento fique saudável, caso contrário, os danos acabam prejudicando a parte boa do cabelo.

Eliminar as pontas fragilizadas deixa o cabelo mais forte e muito mais definido.

 

3 – Você vai ser elogiada como nunca antes

 

Durante o tempo em que tive o cabelo liso, nunca recebi um elogio em relação a isso. Depois que cortei o assumi os cachos, as pessoas me olhavam admiradas e não havia um dia sequer que eu não ouvisse um “Seu cabelo é muito legal”.

Fora que ter a coragem de cortar bem curtinho é algo admirável! E conforme o cabelo for crescendo, as pessoas passam a admirar ainda mais a iniciativa e dizer que essa foi uma das melhores decisões que você poderia ter tido 😉

 

4 – Cuidar do cabelo natural é mais fácil

 

Não adianta: se o cabelo está completamente detonado, você pode usar os melhores cosméticos e fazer os tratamentos mais bombásticos, entretanto, a reação dele vai ser mínima. Justamente porque a saúde está por um fio.

O cabelo natural aproveita muito mais os cuidados que você terá com ele. Os fios absorverão muito mais os nutrientes e corresponderão com definição, brilho e maciez.

 

5 – Sua beleza será mais harmoniosa

 

Sou partidária do lema de que quando fugimos da nossa essência, da nossa natureza, o resultado dificilmente será legal. Principalmente em relação ao nosso cabelo.

O objetivo de mudarmos é ter um efeito original. Quando eu fazia relaxamento, confesso que meu cabelo ficava estranho; a raiz era encrespada e o comprimento liso chapado. Era óbvio que aquilo não era de nascença!

hair-texture

Quando assumi os cachos, percebi o quanto eles harmonizavam com o restante de mim: com a cor dos meus olhos – castanho claro -, com a cor da minha pele – ela puxa para o quente, ou seja, bronzeia com facilidade-, com o meu estilo.

 

6 – Você vai fortalecer o empoderamento dos cachos e crespos

 

Hoje em dia, assumir os cachos é um movimento. Por anos, nós, cacheadas e crespas, tivemos que lidar um piadinhas e preconceitos com o nosso cabelo. Sei muito bem disso porque perdi as contas dos absurdos que ouvi – e ainda ouço – em relação aos caracóis.

Cada vez que saio nas ruas e vejo adultos e crianças, mulheres e homens com seus cabelões lindos, cheios de volume e cachos de diferentes tipos, sinto um orgulho imenso!

10833121596_b944c62287
Foto: via photopin (license)

 

É como se dissésemos: “Olha, nossa cabelo é lindo, é forte, é único. Lidem com isso!”

 

7 – Você poderá criar um visual diferente por dia

 

10 em cada 10 cabeleireiros dizem que não existe cabelo melhor para fazer penteados que o cacheado o crespo!

Isso se deve à natureza do fio: devido às escamas naturalmente mais abertas e irregulares, o cabelo segura o penteado por mais tempo.

Por isso, abuse dos diversos looks que você poderá ter: em um dia, um moicano rebelde, e no outro, um falso side cut feito com grampos. E jamais caia no tédio de um visual só!

 

8 – O mercado de cosméticos está muito mais variado

 

Atualmente, existem um moooonte de marcas de cosméticos para cabelos cacheados e crespos. A oferta é grande: tem desde aquelas 100% focadas em cachos até as que precisam adaptar o portfólio para atender a alta na demanda por produtos para cachos.

E sabe por que tudo isso? Porque o perfil das consumidoras de cosméticos mudou! Estamos vivendo uma tendência de mulheres cansadas de cabelos lisérrimos e ansiosas por fios com movimento e balanço.

Fora que essas empresas investem pesado em pesquisas para desenvolver produtos mais apropriados para os cachos. Ou seja, daqui para frente, essa oferta só tende a crescer!

 

9 – Existem mais fontes de informação sobre cuidados com os cachos

 

Não há desculpa para dizer que falta dicas e truques para lidar com cabelos cacheados e crespos. Algo muito bom desse movimento pró-cachos é que pipocaram sites e blogs, como o Cachos de Verdade, com conteúdo de qualidade para ajudar a cuidar dos caracóis.

A mídia em si tem dado mais atenção às cacheadas e crespas porque essa é uma tendência forte e real, que dificilmente vai passar de um ano para o outro. Vide o barulho que o cabelão lindo e poderoso que as atrizes Taís Araújo, Lucy Ramos, Cris Vianna e companhia têm feito com seus cachos cheios de poder!

 

10 – Cuidar do cabelo natural é mais rápido e barato

 

Algumas pessoas olham para o meu cabelo e dizem “Nossa, deve dar um trabalhão cuidar dele todo dia”. E a minha resposta sempre é a mesma: dá menos trabalho do que tentar deixá-lo de um jeito que ele não é.

Quando eu fazia relaxamento, tinha que retocar a raiz religiosamente a cada 3 meses e deixava um bom dinheiro no salão com isso. Hoje em dia, invisto em cortes regulares das pontas, nas mechas, que faço a cada 6 meses ou mais, e em tratamentos. Garanto que os meus gastos caíram pela metade sem precisar pegar a calculadora.

Fora o tempo que perdia fazendo escova e chapinha todo sábado: demorava tanto que quando chegava a hora de sair com o namorado, já estava cansada e preferia ficar em casa mesmo. E quando chovia? Era um tormento! Hoje em dia, faço uma hidratação mega power, passo um leave-in bafônico e voilà: estou pronta para qualquer rolê 😉

 

Comentários

comentários