Tipos de cachos: como identificar o seu

Você já deve ter se perguntado o que significa a combinação de letras e números presente em alguns rótulos de produtos para cabelos cacheados, certo?

Essa é uma classificação que separa os tipos de cabelo em grupos e define as características de cada tipo de fio, do liso ao crespo. Sim, essa é uma explicação bem superfícial! A seguir, você vai conhecer quem criou o sistema, por que e como ele funciona. Vem comigo!

O inventor

O sistema de classificação de tipos de cachos foi inventado pelo cabeleireiro norte-americano Andre Walker com o objetivo de explicar a textura única de cada fio, escolher os melhores tratamentos e usar os produtos certos para resultados perfeitos. Mais adiante, o site Naturally Curly adicionou mais um tipo de fio dentro da categoria 3 (cacheados) e 4 (crespo), sinalizado pela letra C (3C e 4C, respectivamente).

Andre Walker é tão especialista no assunto que cuida dos cachos de ninguém menos que a poderosa Oprah Winfrey. Essa parceria começou em 1986, quando ele soube da estreia de um novo talk show em Chicago que precisaria de um cabeleireiro para cuidar do visual da apresentadora. Desde então, os cachos lindos de Oprah são tratados e estilizados por Andre, tanto para o programa quanto para a capa da revista The Oprah Magazine.

201510-omag-hairstylist-1-949x534
A apresentadora Oprah Winfrey já disse: não larga Andre Walker por nada! FOTO: DIVULGAÇÃO/The Oprah Magazine

 

Afinal, que sistema é esse?

Andre Walker dividiu os tipos de cabelo em quatro categorias: liso, ondulado, cacheado e crespo. E cada um deles é identificado por números, que vão de 1 a 4. A diferença entre eles é:

Liso – Tipo 1: segundo Andre, os fios lisos podem ser tanto finos e frágeis como grossos e pesados. A partir dessa identificação, existem 3 subcategorias:

tipo 1
Os lisos variam de finos e frágeis até os grossos e densos. FOTO: DIVULGAÇÃO/www.andrewalkerhair.com

 

  • 1A: é o liso fino. Sua aparência tem brilho, mas costumam ser pobres em volume e bastante oleosos. São os mais complicados quando o assunto é manter um penteado por muito tempo, já que nada para neles!
  • 1B: a espessura desses fios é média e são mais encorpados que o 1A. Também posuem brilho natural, mas, ao contrário do primeiro, conseguem conservar o penteado por mais tempo. Ufa!
  • 1C: os fios são grossos, densos e retos. É o típico cabelo oriental. Costumam ser mais oleosos na raiz e, assim como os demais, possuem brilho e são parecidos com o 1A por não conservarem o penteado por longos períodos.

 

Ondulado – Tipo 2: literalmente dizendo, os fios dessa categoria são parecidos com…ondas. Eles não formam a volta completa da espiral dos cachos e são mais parecidos com um S. Algo bem característico dos ondulados é a raiz lisa e a propensão ao frizz.

tipo 2
Os fios começam a ondular, ficam mais fáceis de segurar o penteado, mas sofrem na mesma proporção com o frizz. FOTO: DIVULGAÇÃO/www.andrewalkerhair.com

 

  • 2A: possuem ondulações bem leves no comprimento e não têm volume. É o primeiro tipo com mais facilidade para ser trabalhado em penteados.
  • 2B: as curvas do S são mais fechadas e costumam ter mais arrepiados.
  • 2C: esse é o tipo com ondas mais intensas, beirando um cacheado. São mais rebeldes e de vontade própria.

 

Cacheado – Tipo 3: aqui entramos nos cacheados. Esses fios formam uma volta de 360º, que conhecemos como espiral. Costumam embaraçar, o brilho natural não é tão intenso e são mais propensos ao ressecamento que os tipos anteriores.

tipo 3
Os fios ganham o formal de espiral e, conforme evoluem, ficam com os cachos mais fechados. FOTO: DIVULGAÇÃO/NaturallyCurly.com
  • – 3A: formam os cachos mais abertos, costumam ser bem modelados e com brilho natural.
  • – 3B: aqui, os cachos começam a ficar mais apertadinhos e com mais personalidade por não serem fáceis de alisar \o/ No geral, o visual desse tipo é acometido pelo frizz, além de serem mais ásperos ao toque por conta do ressecamento.
  • – 3C: são bem definidos e mais fechados. A estrutura dos fios vai ficando mais fina e delicada a partir daqui. Um cacho costuma entrar dentro do outro, a embaraçar e dar aquela impressão de que o cabelo inteiro é uma coisa só.

 

Crespo – Tipo 4: chegamos à categoria de fios mais sensível e delicada que existe. Por conta da estrutura irregular ao longo de toda a extensão do fio, não recebem a oleosidade produzida no couro cabeludo uniformemente, costumam quebrar quando alcançam certo comprimento e são muuuuito carentes de hidratação.

tipo 4
Os crespos têm cachos bem fechadinhos, fios em zigue-zague e são o tipo de cabelo mais sensível que existe. FOTO: DIVULGAÇÃO/NaturallyCurly.com
  • 4A: os cachinhos são arredondados, verdadeiras molinhas por serem tão fechados. Apesar de serem encrespados, dentro do tipo 4, são os mais macios ao toque.
  • 4B: o formato do fio começa a fugir do traçado redondo e se torna mais parecido com um Z. Não são definidos e costumam embaraçar mais que os anteriores
  • 4C: são bem próximos ao 4B no quesito forma, mas aqui são bem mais indefinidos se olharmos pela perspectiva de mechas; mas são os fios mais fáceis para criar o visual black power.

Existem outros sistemas de classificação?

Sim, existem. Algumas marcas desenvolveram o seu próprio método para diferenciar um cacho do outro. Uma delas é a rede de salões Beleza Natural, que criou a linha BN.cachos com produtos especiais para quatro tipo de caracóis, que eles intitulam como Suaves, Soltos, Intensos e Vibrantes.

Mas grande parte das marcas aproveitou a onda do sistema criado por Andre e complementado pelo Naturally Curly para criar linhas específicas para cada cacheado. Ou seja, esse sistema é meio que universal.

 

É possível ter mais de um tipo de cacho?

Sim, é possível. Como expliquei nesse post, a genética e a miscigenação de raças contribuem para que uma pessoa possa ter diferentes texturas de fios na cabeça.

No meu caso, classifico os meus cachos dentro do 3A na parte da nuca, 3B no restante da cabeça e do 3C no contorno próximo à testa. Ou seja, a variedade aqui é grande!:D

 

E aí, conseguiu identificar o seu tipo de cacho? Conte para a gente nos comentários! 😉

 

Comentários

comentários